domingo, 11 de outubro de 2009

Sinto-me assim

3 comentários:

  1. Olá Fada Sininho. Achei a mensagem muito deprimente e acho que a vida é boa demais para andarmos tristes e muito menos com a profissão que temos. Tenho a certeza que melhores dias virão e isso é uma fase passageira. Se souber de algum emprego digo-lhe logo. Um grande beijinho e toca a levantar esse ânimo, pois a vida É BELA...
    Ofélia

    ResponderEliminar
  2. Olá Fada Sininho,
    Sei que me conhece e depois de saber quem sou lembrar-se-á que há algum tempo atrás também passei por momentos muito duros e muito difíceis e numa das vezes também foi a fada sininho que me "acarinhou" com umas palavras de alento que nestas alturas tão bem fazem. Arrepiei-me quando abri o blog e "vi" este sentimento...não querendo ser chata, depois de tudo o que passei e apesar de hoje estar desempregada sinto muito feliz e muito sortuda. Não encontrei e seu contacto...passe no meu blog, mande um mail. Eu explico quem sou e terei todo o gosto em ajudar (se me permitir).
    Beijinhos,
    Isabel

    ResponderEliminar
  3. olá fada Sininho!Fico muito triste com a situação de todos os que querem trabalhar e não conseguem. É muito triste para nós pais ver os nossos filhos sofrerem por não terem trabalho, acredite! Os nossos filhos também já sentiram as nossas angústias com as nossas dificuldades quando os tinhamos na universidade. São tantos anos de estudo, tantos sacrificios... e no fim a recompensa para muitos é o desemprego. Não é justo!!! Tanto para voçês como para nós pais. Por isso Fada Sininho, não desanime pois amanhã é um novo dia.Vejo muita gente formada a trabalhar na Componente de Apoio à Família. Só tem uma desvantagem - a remuneração- mas é um trabalho também com crianças muito bonito e que me faz muito feliz. Espreite o milsorrisoscoloridos@blospot.com e sorria connosco. Beijinhos e muita coragem! O seu dia vai chegar, ACREDITE!

    ResponderEliminar